MEU MALVADO FAVORITO 2 - OPINIÃO

by - 14 julho

É bem mais complicado se produzir um segundo filme do que o primeiro, isso por que a comparação vai ser inevitável, mas é justamente por meio dessa ferramenta que podemos avaliar e analisar o que assistimos, afinal, se fomos assistir um segundo filme é por que o primeiro nos mostrou acertos que esperamos no outro, e é assim que apresento a animação da semana "Meu Malvado Favorito 2".


É fácil de perceber, pelos cartazes do filme, o que rendeu tanto humor ao primeiro filme e que ganha mais destaque nesse segundo, os simpáticos Minions. Destaque em todos os cartazes que vi, eles dão o ar da graça no segundo longa, não que os demais personagens não consigam fazer graça, conseguem sim, nem sempre, mas conseguem, mas ver um Minion entrar em cena é ter certeza de uma boa gargalhada.

A mão foi bem acertada, mesmo deixando de ser vilão e agora sendo pai, Gru não perdeu o ar de vilania que no primeiro filme o tornava legal, o vilão é sempre mais legal, e agora ele consegue ser um "mocinho" irônico, as vezes chato, e... mal, ta vendo como ele continua legal, o também simpático sotaque do personagem continua, agora mais leve, uma pena pois foi o que me fez gostar dele no primeiro filme, sobretudo em seus flashbacks, coisa que não foi muito explorada nesse segundo filme, apesar de garantir também algumas risadas.


Um ponto que particularmente fazia eu me perguntar mentalmente " que porra é essa?" foi a dublagem escolhida para o vilão El Macho, que diga-se de passagem é macho mesmo, nunca vou esquecer a sua morte, como narrada no filme ele quando jovem morreu acorrentado a um tubarão com 100 quilos de dinamite amarrado ao corpo saltando de um avião em direção a um vulcão, cara, coisa de macho, somente Chuck Norris supera isso, pois bem, voltando a dublagem, a voz escolhida foi a de Sidney Magal, cara, nada contra, mas é foda assistir um filme infantil e ter Sidney Magal falando em som 3D digital por quase uma hora e meia no volume 104834..., enfim, é foda, mas nada que desmereça o filme.


Nesse segundo filme temos um romance, Gru encontra uma gatinha e depois de muito relutar joga um xaveco nela, no final eles se casam, spoiler pra quem ainda não assistiu, e de graça hein, particularmente não gosto muito desses namorichos em filme, não tô assistindo Uma linda Mulher nem Cinderela, portanto quanto menos melhor, mas, esse namoro e o casamento no final do filme nos leva para o ápice do filme, a música.

Deixo aqui meus parabéns para o rapper Pharrell Williams, responsável pela parte musical do filme, desde o primeiro fiz questão de reparar que ele era tal responsável e no segundo filme ele acertou mais ainda, a parte musical, que fica mais a cargo dos Minions, pode se dizer, é mais engraçada e cativante do que todo o resto do filme, principalmente o top que me referi no paragrafo anterior, o ápice do filme, a performance dos fantásticos Minions cantando no casamento de Gru a música "I swear", não vou nem comentar, deixo apenas a indicação de que vai ser a melhor apresentação do século.


Pois bem, um filme que vale muito a pena assistir, a fórmula não foi toda repetida, o que trouxe alguns acertos e alguns erros, mas no geral é uma das animações do ano, sinceramente não troco esse filme pelo todo poderoso "Universidade Monstros" da toda poderosa Pixar, vão, assistam e tirem sua conclusões e opiniões.
Até a próxima, soldados, vida longa e próspera.







Você também poderá gostar

2 comentários

  1. Oi...
    Adorei o seu blog e já estou seguindo...
    Faça uma visita no meu blog, ele é novo e todos os dias tem novidades!!! Se gostar, siga também!

    Espero sua visitinha!

    Bjos
    Andreza

    http://blogdremattos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Andreza, fico feliz que tenha gostado do post, isso ajuda e muito a continuarmos escrevendo. Abraço e muito obrigado :)

    ResponderExcluir

Instagram